terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Rugbrød

Maridão morou na Dinamarca na adolescência. Além de passar muito frio e aprender um bocado sobre porquinhos [ele morou em uma fazenda que os criava] e a pequena sereia [sim, ela é dinamarquesa], conheceu o Rugbrød. Essa coisa de nome super bonito é um pão preto de centeio, bem denso, que é o equivalente ao arroz com feijão dos dinamarqueses. Todos os dias eles almoçam rugbrød com alguma coisa em cima. Vale quase tudo: peixe, salada, frios... Mas, há alguma regras: queijo com presunto não pode! Eles acham nojento!  Há algum tempo, encontramos por aqui o tal pão [que aqui chamam de pão alemão] e Maridão pode matar as saudades sempre que tem vontade. Hoje fui de rugbrød no almoço. Cobri o pão com sardinhas, repolho roxo cru, lascas de queijo grana e gorgonzola e acompanhei com alface e tomatinhos sweet grape. Delicia, mas acabo de descobrir que cometi um sacrilégio... Não é que peixe com queijo também não pode??!!! O povo do frio sabe o que faz.... Na próxima, amigos, aprendam, peixe é com cebola crua!

2 comentários:

Nane Cabral disse...

Olá Bá, fiquei feliz com sua visitinha no meu blog e que bom que gostou da receita da mousse de pêssego, faz que vc não irá se arrepender, fica uma delícia. Adorei seu blog, muita coisa boa por aqui viu?! Seja bem vinda ao vovó que ensinou e volte sempre! bjinhos, Nane www.vovoqueensinou.blogspot.com

Tatiana disse...

Eu não conheço esse pão mas adoro pães mais rústicos e de massa mais pesada. Deve ser do jeito que eu gosto.
Bjs