quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Pâte Brisée - Sou brasileira e não desisto nunca!


O grande dia chegou! Depois de muito xingar, esbravejar, reclamar e - pior - jogar comida potencialmente boa fora, EU fiz Pâte Brisée! E ficou bom! Ainda será melhorado, eu fiz pouca massa para minha forma, aí ficou fininho demais e escapou um pouco de recheio. Mas fiz! Num domingo de sol, me concentrei, rezei para a Nossa Senhora do Forno e Fogão - de quem sou devota fervorosa - e decidi que a saga teria fim. E teve! Melhor ainda, acho que descobri algumas coisas que estava fazendo errado. Todas as minha tentativas seguiam a mesma receita, do La Cucinetta. Confiava plenamente na receita, até porque já fiz várias coisas da Ana Elisa e sempre deram certo. Aliás, para Nonnas em treinamento - como diz a Ana -  o blog é uma belezura! Ela não só passa as receitas, como explica a técnica, tim tim por tim tim! Um luxo! Muito do que verão por aqui, é resultados das leituras por lá. A receita está mesmo perfeita, foram erros de execução meus que deram origem à saga. O tempo de refrigeração, por exemplo, não era suficiente para a minha geladeira capenguinha e, desta vez, fiz a massa no processador, o que deu agilidade ao processo evitando que a manteiga derretesse. Se omitirmos o fiasco na hora de abrir a massa - Comadre Jô, quietinha aí -  foi tudo lindo! Fiz um recheio com pernil em cubinhos, queijo, milho e cebola e eu e a Jojô nos refestelamos para comer a torta assistindo a um filminho água com açúcar. Nada mal para um domingo à tarde.

TORTA DE PERNIL COM CEBOLA
serve 4 gulosos
Ingredientes
Massa (a danada):
1 xícara de farinha de trigo
3/4 colher de chá se sal

100g de manteiga gelada, em cubos

50 ml de água gelada (aproximadamente)
Recheio:
1 colher de chá de manteiga

1 xícara de pernil cortado em cubinhos
1/2 cebola roxa em fatias finas

1 xícara de milho verde

1/2 copo de requeijão
100 ml de creme de leite
2 ovos batidos
1/2 xícara de queijo parmesão ralado

sal, orégano e pimenta calabresa a gosto



Mão na Massa
Massa: no processador, coloque a farinha o sal e a manteiga. Pulse algumas vezes até formar uma farofa. Acrescente a água às colheradas, pulsando a cada adição, até que forme uma bola. Enrole a massa em papel filme e leve à geladeira por 2 horas. Abra a massa (eu abri direto na forma), forrando uma forma. Cubra a massa com papel alumínio e preencha com feijões secos ou pedriscos para evitar que a massa encolha. Leve ao forno pré-aquecido em 200 C por mais ou menos 30 minutos. Retire o papel alumínio e os feijões ou pedriscos. Coloque o recheio e devolva ao forno por mais 20 minutos.
Recheio:
Em uma panela, derreta a manteiga e doure o pernil. Acrescente a cebola e o milho e refogue bem.  Tempere com o sal, pimenta e orégano. Acrescente o requeijão e misture bem. Desligue o fogo e deixe esfriar. Misture o creme de leite. Bata ligeiramente os ovos e misture ao restante do recheio. Coloque sobre a massa e salpique com o queijo ralado e orégano.
Fonte Pâte Brisée:Blog La Cucinetta




3 comentários:

Tatiana disse...

Deu certo e ficou lindo! E com esse recheio não tem como ficar ruim!!!

Bjs

Sarinha disse...

Bá, ficou divino hein!?!?

A persistência é amiga da perfeição!?!??!

Acho que sim!!Parabens!

Bjo

disse...

É daqui a pouco posso dizer que a Bá será uma especialista em pâte brissé. Este ficou uma delícia e muito lindo!!! Mais uma comida que recomendo vocês fazerem...hehe!!

Bjos!